Belenenses agora a uma vitória de distância, para se sagrar Campeão Distrital. Na zona de entrevistas, espaço para os comentários dos treinadores Pedro Cruz (SL Olivais) e Fernando Costa (Belenenses).

Artigo

Ambas as equipas jogaram francamente ao ataque, do primeiro ao último minuto. O Belenenses, tacticamente esteve dentro do seu habitual. Quanto ao SL Olivais, apostou em Rafa como ponta-de-lança, auxiliado à rectaguarda por Duda e por alas dinâmicos que foram rodando ao longo dos 90 minutos. Na direita, a referência começou por ser Bifanas, trocando ocasionalmente com Fred, isto na primeira parte, acabando por surgir aí Ruben Coelho, já na segunda, vindo do banco. Na esquerda, foi sempre Estrela até à sua substituição, por Miguel. Nos minutos finais, após o 0-2, ainda entrou Tito como segundo ponta-de-lança, mas era demasiado tarde para se sentir o seu efeito, dado o esgotamento da equipa.

Entrou melhor o SL Olivais, com Rafa a desperdiçar o primeiro lance de perigo, isolado frente ao guarda-redes. À passagem do quarto de hora respondeu o Belenenses, com uma boa combinação entre Jota e Tomás Silva, acabando Bruno Santos por cabecear sobre a barra. Ambas as equipas esgrimiam os seus trunfos, apostadas em ganhar o meio-campo. O SL Olivais contava com o dinamismo de Duda, enquanto que no Belenenses a robustez de André Galamba era a maior referência. Ninguém se impunha claramente sobre o adversário, com o perigo a rondar uma e outra baliza. Podia ter marcado o SL Olivais aos 32 minutos, quando o guarda-redes azul se impôs perante Duda, do mesmo modo que, pouco depois, foi a vez de Bruno Santos, isolado por Rúben Martinho, falhar a pontaria.

Seria o Belenenses a fazer a diferença no marcador, num lance que envolveu Bruno Santos e André Galamba, cabendo a este a assistência final para o golo de Jota. Já em cima do apito empatou Rafa mas foi-lhe invalidado, por posição irregular.

Após o intervalo o pendor do jogo não se alterou, com ambos os guarda-redes a serem muito solicitados, tanto o do SL Olivais, que defendeu uma grande penalidade a Miguel Santinhos e, noutro contexto, um remate a Bruno Santos, como o do Belenenses, atento perante o irrequietismo de Rafa. Acabou o Belenenses por ser mais forte nos minutos finais, com o duo Mamadou Bah e Bruno Santos a fazer a diferença. O 0-2 foi gerido entre eles, enquanto o golo final contou com o contributo de Renato, entretanto lançado em campo.

Alguns nomes a reter, começando pelo SL Olivais. Duda foi o nosso favorito, pelo seu dinamismo, principalmente na primeira parte. Ainda menções honrosas para o médio Bifanas, lateral Estrela e ponta-de-lança Rafa, este em dia de infelicidade, mas certamente não há-de ser sempre assim.

No Belenenses, o pujante André Galamba foi a grande referência, não só do Belenenses, como a uma escala global. Na defesa, o lateral Tomás Silva foi o elemento mais em destaque. Ainda uma referência para Jota, cujo golo colocou a equipa na rota da vitória, sem esquecer Bruno Santos, directamente envolvido nos três lances capitais.

Campo Branca Lucas (Olivais), 18 de Maio de 2013, 17:00 horas.
11ª Jornada do Campeonato Distrital de Juniores da 3ª Divisão (2ª Fase, Apuramento do Campeão), 2012/2013.
Sob a arbitragem de Fábio Carlos, auxiliado por Tiago Lemos e José Feio, as equipas alinharam:
SL Olivais: 36- João Nobre; 5- Godinho, 6- Estrela (22- Miguel, aos 80'), 8- Prestes e 9- Rafa; 10- Duda (2- Tito, aos 87'), 11- André Fonseca (3- Luís, ao intervalo), 15- Serafim e 18- Bifanas (7- Ruben Coelho, aos 80'); 19- Bruno "cap." e 21- Fred. Treinador: Pedro Cruz.
Belenenses: 1- Patrick Costa (12- Tiago Pereira, ao intervalo); 2- Tomás Silva "cap.", 3- Pedro Patrício, 4- Rui Casanova e 5- Pedro Justo; 6- Miguel Santinhos (14- João Diogo, aos 67'), 7- Rúben Martinho (15- Renato, aos 59'), 8- André Galamba e 9- Bruno Santos; 10- João Silva "Jota" e 11- Mamadou Bah. Treinador: Fernando Costa.
Golos: 0-1, João Silva "Jota" (42'); 0-2, Bruno Santos (87'); 0-3, Renato (90').
Acções disciplinares: amarelos para Estrela, João Nobre e Prestes (SL Olivais); Miguel Santinhos e Bruno Santos (Belenenses).