O golo belenense foi marcado por Afonso Alcario, de grande penalidade, a punir derrube sobre Diogo Assis. Não deixe de ler os comentários do treinador Pedro Guerreiro (Belenenses).

Campo nº 3 do Estádio do Restelo, 21 de Abril de 2012, 11:00 horas.
12ª Jornada do Campeonato Nacional de Iniciados da 1ª Divisão (2ª Fase, Manutenção/Descida, Série F), 2012/2013.
 
Não tivemos a oportunidade de assistir ao jogo, mas encontrámo-nos com o treinador Pedro Guerreiro (BELENENSES), que o descreveu nos seguintes termos:
Nos primeiros dez minutos cada equipa dispôs de duas boas oportunidades. O Estoril começou por marcar num erro indidividual nosso. Os centrais deixaram bater a bola e dentro da área, no um para três, não conseguiram solucionar. Sofremos o segundo num livre directo em que a bola bateu à frente do guarda-redes e o Diogo foi algo traído nesse lance. Em três remates o adversário marcou dois golos, foram muito eficazes. Ao mesmo tempo, acumulámos quatro ou cinco remates, mais dois ou três cantos, tudo sem resultados, mas não desistimos. Mantivemo-nos na luta e reduzimos para 2-1, de penalti. A equipa ganhou impulsão, mas não conseguimos empatar antes do intervalo.

Na segunda parte tivemos três grandes oportunidades nos primeiros cinco minutos, pelas quais podíamos ter empatado, senão mesmo virado o jogo. Mérito para o guarda-redes do Estoril, que negou o golo em dois desses lances. Já no terceiro, podíamos ter feito um bocadinho mais.

Estamos a passar um período como não tínhamos atravessado este ano, mas não podemos nem devemos lamentarmo-nos. Há que encarar tudo isto com seriedade. Este grupo já passou por muitas dificuldades. Unidos, daremos a volta também a esta crise de resultados.

Teve vários jogadores seus envolvidos nos treinos de triagem para a Selecção Distrital de Sub-15, casos do Diogo Martins, Pedro Marques e Tomás Freitas. Como é que isso correu? Eles sempre foram seleccionados para o Torneio de Mértola?
Ainda não temos essa informação, que deverá sair entre Segunda e Terça-Feira.

Presenciei e gostei, tanto do treino, como dos nossos atletas. O Pedro é que na altura estava lesionado, de modo que por ordem do nosso Departamento Médico não integrou o treino. Neste momento já está apto, fez o jogo de hoje e está em condições de poder vir a ser chamado.

Este é um prémio para o Clube, para toda esta estrutura. A equipa merece ter estes seleccionáveis. Independentemente disso, destaco que não fomos consultados e nisso a Associação terá pecado. Devia auscultar os clubes, nomeadamente os treinadores, sobre as performances dos seus jogadores e quais o mais passíveis de serem seleccionados. Não é tanto uma questão que queiramos levantar, mas apenas sugerir uma maior aproximação entre as partes envolvidas.

Outro ponto prende-se com a participação de Benfica e Sporting no Nacional de Iniciados, na Fase Final para Apuramento do Campeão, de modo que para eles este Torneio não será oportuno. Seria portanto uma boa oportunidade para a Associação abrir as portas a outros clubes, que veriam como um prémio a oportunidade de ver os seus atletas disputar o Torneio. É evidente que Benfica e Sporting têm um outro tipo de qualidade e individualidades, mas fora desses espaços, em Lisboa, também há bons jogadores, bons treinadores e quem trabalhe muito bem. Todavia, para quem vá ler essas convocatórias, dá a sensação que toda a qualidade se resume a esses dois pólos.